Visual Abstracts e Press Releases

    As redes sociais têm se mostrado fortes aliadas na divulgação da pesquisa. A hashtag #VisualAbstract acumula diariamente no twitter novos exemplos dessa mais recente modalidade de divulgação visual dos resultados de pesquisas. O primeiro Visual Abstract foi publicado pelo periódico Annals of Surgery, em 2016, como um meio de melhor divulgar pesquisa. Desde então, em torno de 75 periódicos e instituições têm adotado esse formato de pós-divulgação, como o The British Medical JournalThe Journal of the American Medical AssociationThe New England Journal of Medicine e mais recentemente também o Programa SciELO. Outra modalidade de divulgação que o SciELO vem estimulando os periódicos a utilizarem são os press releases, que são textos resumidos sobre um artigo científico ou um número temático, que pode ser utilizado para promover os elementos principais de uma pesquisa. Tanto o visual abstract quanto o press release constituem-se em instrumentos fundamentais de popularização da ciência, contribuindo para o processo de comunicação científica ao expor o trabalho de pesquisa de modo simplificado e de fácil disseminação para a sociedade, ao destacar um resultado específico, ao promover o trabalho de uma instituição ou de um departamento e ao salientar o suporte financeiro de um patrocinador ou agência de fomento, beneficiando, desta forma, a comunidade científica. Essa apresentação focará em boas práticas na elaboração de visual abstracts e press releases.